Autor(es):Rita Ferreira de Aquino, Daniela Bemfica Guimarães, Isabel Carvalho de Souza Bichara, Lucas Valentim Rocha, Luciane Sarmento Pugliese Borges, Beatriz Adeodato Alves de Souza
Ano:2016
Comitê:Comitê Dança em Mediações Educacionais
Título:POR UMA ECOLOGIA DE SABERES: A EXPERIÊNCIA DO CURSO NOTURNO DE LICENCIATURA EM DANÇA DA ESCOLA DE DANÇA DA UFBA
FOR A ECOLOGY OF KNOWLEDGE: EXPERIENCE THE EVENING COURSE DEGREE IN DANCE UFBA DANCE SCHOOL
Resumo: 
 O curso noturno de Licenciatura em Dança da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia foi implementado no contexto do Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais, em 2010. Deste modo, estendeu o trabalho que vinha sendo desenvolvido em acordo com o Projeto Político Pedagógico da instituição desde 2005 - pautado na perspectiva da complexidade, interdisciplinaridade e integralidade -, possibilitando o acolhimento de uma maior parcela da sociedade. Institucionalmente, trata-se de um posicionamento de encontro às desigualdades de oportunidades sociais, que resultam em uma injustiça cognitiva global. É necessário indagar, contudo, como a prática pedagógica pode estar efetivamente comprometida com um pensamento pós-abissal. Neste estudo de caso, exploramos, descrevemos e analisamos o trabalho desenvolvido pelo corpo docente do referido curso noturno nos semestres 2015.1, 2015.2 e 2016.1, avaliando provisoriamente a proposta de construção de experiências de emancipação neste ambiente.
 

The evening Degree in Dance of the Federal University of Bahia’s Dance School was implemented in the context of the Restructuring and Expansion of Federal Universities Program, in 2010. Thus, extended the work that was being developed in according to the institution’s Pedagogic Political Project since 2005 - lined by the perspective of complexity, interdisciplinarity and completeness - enabling the inclusion of a larger portion of society. Institutionally, it is a position against unequal social opportunities that result in global cognitive injustice. We must ask, however, how pedagogical practice can be effectively committed to a post-abyssal thinking. In this case study, we explore, describe and analyze the work developed by university professors of this course in 2015.1, 2015.2 and 2016.1 semesters, provisionally evaluating the construction of emancipation experiences in this environment.
Fazer download