Autor(es):VILAÇA, Aline Serzedello Neves
Ano:2016
Comitê:Comitê Dança em Configurações Estéticas
Título:JAZZCOMJAZZ NUANCES SENSÍVEIS DA CIA, À LUZ DA (SUPOSTA) KRISIS ENTRE A POÉTICA/ESTÉTICA DO FAZER ARTÍSTICO AFRODIASPÓRICO E A TRADIÇÃO ESTÉTICA ALEMÃ.
JAZZCOMJAZZ THE SENSITIVE MARKS OF JAZZCOMJAZZ DANCE COMPANY ENLIGHTED BY THE ALLEGED ‘KRISIS’ BETWEEN THE GERMAN AESTHETIC TRADITION AND THE POETIC/AESTHETIC IN AFRODIASPORIC ART COMPOSITION
Resumo: 
 O artigo que segue, pretende apresentar as características plásticas da Cia JazzcomJazz- Viçosa- MG, correlatando- as às nuances, detalhes, características das Artes Negras, explicitando componentes gerais que poderiam constituir uma estética/ poética que percorre, delineia o que é afroparente. Ao seguir esta hipótese recorremos a história da tradição filosófica greco-romana, lembrando a poética aristotélica, avançando até a Estética enquanto disciplina descendente da trajetória filosófica citada, cuja composição, sistematização, a posteriori, privilegiaremos a canônica tradição alemã hegeliana. No entanto, ao nos depararmos com essa linhagem eurocentrada de crítica, análise e avaliação da Arte, fora necessário convocar V. Y. Mudimbe (1988), Renato Noguera (2014), Stuart Hall (2013) e Paul Gilroy (2012), e seus pensares afrocentrados de empoderamento negro- intelecto- militante, para embasar a crise ‘suposta’ que se dá, entre a primeira episteme não negra e ocidentalizada, no momento de contato em posição hierárquica e juízo de valor com as criações poéticas, sensíveis, estéticas, plásticas, ou seja, em contato com Artes Negras, Afrodiaspóricas, Africanas e/ou afro- orientadas.
 

The article present the artistic characteristics of a dance company called JazzcomJazz-Viçosa-MG, connecting then with details, poetics or characteristics of Black Artistic expressions, showing characteristics that might be the aesthetic or poetic afrodescendent roots. That hypothesis made us research the history of Greek-Roman traditional philosophy, reminding the poetic Aristoteles, the aesthetic as a discipline and research area based on the German traditional studies using Hegel as canone reference. But, during the studies was inevitable to realize the Eurocentric way to criticize, analyze and show the worth of the Black Art, because of that we saw the necessity to bring afrocentric, black empowerment and activist authors as V. Y. Mudimbe (1988), Renato Noguera (2014), Stuart Hall (2013)and Paul Gilroy (2012) to build the intellectual reference for this article. Understanding that the alleged “krisis” happens when the Eurocentric aesthetic tradition sees the Afrocentric, afro-diasporic, afro-related, and Black Art a racist and white episteme perspective.
Fazer download