Autor(es):Neila Cristina Baldi
Ano:2018
Comitê:Comitê Interfaces da Dança e Estados do Corpo
Título:Pesquisardançando para escreverdançando
TO RESEARCHDANCING FOR TO WHITEDANCING
Resumo: 
 Este texto discute como uso de metodologias dentro do escopo da Prática como Pesquisa pode interferir na escritura de pesquisas. A pesquisa que resultou em uma escrita acadêmica outra foi realizada a partir de uma metodologia mista: autobiografia (FINGER, NÓVOA, 2010 PASSEGI, ABRAHÃO, 2012) e somático-performativa (FERNANDES, 2014 FERNANDES, 2012). Outros contornos metodológicos pressupõem outras escrituras. Neste sentido, a discussão aqui apresentado é de que se uma pesquisa pode ser feita dançando, então, sua escrita também pode ser dançada. A produção acadêmica advinda desta pesquisadançada é uma escrita performativa, no formato de cartas. Desta forma, o texto é corporificado, inclusive com o relato de bastidores da produção da tese e o resultado advindo da mesma não é apenas seu problema de pesquisa, mas também a escritura da tese.
 

This paper discusses how use of methodologies within the scope of Practice as Research can interfere in the writing of researches. The research that resulted in a different academic writing was done a mixed methodology: autobiography (FINGER, NÓVO, 2010 PASSEGI, ABRAHÃO, 2012) and somatic-performative (FERNANDES, 2014 FERNANDES, 2012). Other methodological outlines presuppose other scriptures. In this sense the discussion presented here is that if a research can be done by dancing then your writing can also be danced. The academic production coming this researchdancing is a performative writing, in the format of letters. In this way, the text is embodied, including the behind-the-scenes of the production of the thesis and the resulting is not only its research problem, but also the writing of the thesis.
Fazer download